segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Qual o propósito da minha existência




- Quem sou eu?
- Por que estou aqui?
- Para que eu nasci?
- Para onde vou?
- O que devo fazer?
- Onde está Deus?

Ouvimos perguntas como estas quase todos os dias. Pessoas que ainda não descobriram o propósito ou a razão de sua existência. Pessoas que preferem viver sempre como “coitadas”, achando que ninguém as ama. Porém eu te digo: Você não é fruto do acaso, não é um acidente da natureza ou algo que aconteceu. “Eu, o Senhor, sou seu criador e o tenho ajudado desde o dia em que você nasceu” – (Isaías 44:2).
Deus já te conhecia antes mesmo que você fosse formado no ventre da sua mãe, “Antes do seu nascimento, quando você ainda estava na barriga da sua mãe, eu o escolhi e separei para que você fosse um profeta para as nações” – (Jeremias 1:5). Ele sabia exatamente como você seria. Nada em você foi por acaso, você não é um erro ou um acaso da natureza.

- Sabe por que você existe?
Você existe porque Deus quis te criar. Pode ter certeza. Ele teve um motivo.
Fomo criados para cumprir o propósito que Deus estabeleceu para nós. Muitos buscam qual é esse propósito, e passam a vida toda buscando e não encontram, pois estão buscando no lugar errado.
Porém não somos nós que cumpriremos o propósito, mas é o próprio Deus quem vai completar esse propósito. Foi Deus quem nos fez, ou seja, começou o propósito, só Ele sabe o propósito de ter nos feito, só Ele sabe o que é melhor para nós. “Tu cumprirás tudo o que me prometestes. O teu amor dura para sempre, ó Senhor Deus. Não abandones o trabalho que começou” – (Salmo 138:8).

- Por que eu nasci?
Deus não faz nada por acaso. Ele nos escolheu. “Antes da criação do mundo, Deus já nos havia escolhido para sermos dEle por nossa união com Cristo, a fim de pertencermos somente a Deus e nos apresentarmos diante dEle sem culpa” – (Efésios 1:4).
Nós somos o foco do Seu amor.
Muito antes de estabelecer as fundações da terra, Deus já nos tinha em mente, tendo nos escolhido como o foco do Seu amor. “Tu formastes cada parte do meu corpo; Tu me formaste na barriga da minha mãe” – (Salmo 139:13).
Seus pais podem não ter previsto o seu nascimento, mas com certeza, Deus já havia previsto.
Você nasceu porque é alvo do amor de Deus. Ninguém tem mais amor por você do que o próprio Deus, ao ponto de te-lo criado a Sua imagem e semelhança, (Gênesis 1:26-27), e ainda mandar Seu único filho para morrer em seu lugar, (João 3:16).
Ele formou cada um dos seres humanos, individualmente, cada um, igual, porém diferente uns dos outros, cada qual com seu DNA, seus genes. Você é especial.
Deus o fez por amor. Você é o alvo desse amor, e por isso, Ele mesmo te sustenta e te carrega.
Se Deus não existisse com certeza seríamos “acidentes”, mas Deus existe.

- O que fazer?
Só conseguimos descobrir o propósito de estarmos aqui, o que fazer, para onde ir, quando temos Deus como referência de nossa vida.
Deus é a única forma de descobrirmos os propósitos da vida.
E para vivenciarmos esses propósitos é necessário uma renovação, uma mudança na nossa mente. “Não vivam como vivem as pessoas deste mundo, mas deixem que Deus os transforme por meio de uma completa mudança da mente de vocês. Assim vocês conhecerão a vontade de Deus, isto é, aquilo que é bom, perfeito e agradável a Ele” – (Romanos 12:2).
Precisamos refletir sobre isso:

- Que áreas da minha personalidade, da minha formação e da minha aparência física tenho dificuldades de aceitar?

Pastor Wanderley

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Todo-Poderoso!?


Todo-Poderoso!? 


O Corinthians foi campeão da tão sonhada libertadores. Depois de mais de 100 anos sem o título, o Timão se tornou mais um dos times brasileiros que irão disputar o mundial de clubes no Japão.
Como moro em São Paulo, eu vi e ouvi a festa que durou a noite toda, e ainda de manhã tinham foguetes e buzinas, por incrível que pareça. Percebi o quanto essa torcida do Corinthians é apaixonada. Se denominam um bando de loucos, chamam o Corinthians de Todo-Poderoso. Dizem viver pelo Corinthians.
É amigos, o que os corinthianos fazem é ter o time como se fosse a religião deles, o deus deles (é amigo, alguns fazem de seu time, o seu ídolo. Outros torcedores chamam seus time de soberano, etc).
Só lembrando que sou um amante do futebol e acho super saudável torcer de forma pacífica e respeitosa.

Porém, infelizmente, poucos comemoram a salvação em Cristo, ou o dia que entregaram suas vidas a Jesus, da mesma forma que comemoram um título de futebol (eu gosto muito de futebol). Poucos são loucos por Cristo, da mesma maneira que são loucos por seu time de futebol. Poucos estão dispostos viver por Cristo, da mesma maneira que dizem viver por seus times. E poucos falam de Cristo com os outros, da mesma maneira que falam do seu time de futebol.
Brasil é o país do futebol. Talvez por isso tanta corrupção, fome, desigualdade.
Quando nos tornarmos verdadeiros loucos por Jesus, talvez esse país se torne o país do amor, da justiça.

Será que você é mais louco por Jesus do que pelo seu time? Será que pensa mais em Cristo do que no seu time? Está mais disposto a passar 1:30hs vendo um jogo de futebol do que lendo as escrituras e orando?

Daniel Simoncelos

domingo, 5 de agosto de 2012